bem as suas comunidades

A banda R.E.M. tem uma música ótima chamada “It’s the End of the World As We Know It (and I Feel Fine)” (algo como “Isto é o Fim do Mundo Como Nós o Conhecemos (e para mim está tudo bem)”). Eu muitas vezes me perguntei se nós deveríamos adotá-la oficialmente como o hino do Capitalismo 24902 – uma nova maneira de fazer negócios voltada para o bem da comunidade.

Precisamos descartar urgentemente os antigos modelos empresariais e adotar aqueles que valorizam e recompensam as ações corretas. No decorrer dos últimos anos eu tive a sorte de conhecer muita gente ótima em companhias que estão tendo sucesso enquanto implementam o Capitalismo 24902. Eis aqui alguns exemplos:

PREVENINDO A CEGUEIRA

Na Índia existem 12 milhões de pessoas cegas, mas 80% desses casos poderiam ter sido prevenidos ou até mesmo curados. Seguindo o modelo das redes de lojas norte-americanas, a Aravind Eye Care System, fundada pelo médico Govindappa Venkataswamy, treinou indivíduos para atuarem como profissionais de saúde dos olhos, e criou um sistema de franchise que faz com que exames sejam mais acessíveis à população.

A Aravind anunciou que de março de 2010 a março de 2011 ela visitou mais de 2,6 milhões de pacientes e realizou mais de 316 mil cirurgias. A renda obtida com os clientes que pagam pelos serviços possibilita o crescimento e a expansão da empresa, e cobre os custos do tratamento dos indivíduos pobres. A Aravind diz ter sido capaz de tratar quase a metade dos seus pacientes por um preço baixo ou até mesmo gratuitamente.

(www.aravind.org)

UMA EMPRESA NA QUAL OS PROPRIETÁRIOS FAZEM TODO O TRABALHO

Imaginem uma empresa que tem 76,5 mil proprietários. Essa empresa é a John Lewis Partnership, a rede britânica de lojas de departamento. Ela dá prioridade aos seus funcionários, transformando-os sócios que influem na forma como a companhia é administrada e recebem uma parcela dos lucros. Como consequência, a companhia não se concentra em lucros de curto prazo para atender ao desejo de acionistas. Segundo os estatutos dessa sociedade, todos os envolvidos trabalham pela “felicidade dos membros, por meio da sua atividade produtiva e gratificante em um negócio de sucesso”. A John Lewis é até proprietária e administradora de cinco resorts de férias voltados para os seus funcionários.

A John Lewis Partnership é a maior companhia do Reino Unido que pertence aos próprios funcionários. O foco dela nos seus empregados está dando certo. Esses funcionários permanecem na companhia pelo dobro do período médio típico no setor de comércio.

(www.johnlewispartnership.co.uk)

TODO MUNDO GANHA NA LOTERIA

Quando Boudewijn Poelmann criou a Dutch Postcode Lottery em 1989, ele desejava que o objetivo do negócio fosse a arrecadar fundos para comunidades e apoiar organizações que lutam por um mundo mais justo, livre e verde.

Esse modelo holandês de loteria por código de endereçamento postal é único. Nele, são as comunidades, e não os indivíduos, que ganham. Se o seu código de endereçamento postal ganhar, todos os membros da sua comunidade que compraram um bilhete da loteria dividirão o prêmio. Quando uma determinada comunidade ganha, há grandes festas de bairro nas quais todos se reúnem para comemorar.

Em 2011, mais de 2,5 milhões de famílias compraram 4,5 milhões de bilhetes, e a loteria se expandiu agora para a Suécia e o Reino Unido, sendo que 50% da arrecadação se destina a obras de caridade.

(www.postcodelottery.com)

ENTRANDO NA NUVEM

A salesforce.com cria softwares que tornam os negócios mais eficientes. Por exemplo, sistemas de gerenciamento do atendimento aos clientes. Criada em 1999 por Marc Benioff, um ex-executivo da Oracle, e pelos analistas de programação Parker Harris, Dave Moellenhoff e Frank Dominguez, a Salesforce é uma das 50 companhias de crescimento mais rápido em todo o mundo.

Essa companhia que tem sede em São Francisco, na Califórnia, utiliza recursos de todas as suas divisões operacionais para fazer uma diferença. Por exemplo, a Salesforce se gaba de que o seu sistema utiliza uma quantidade de carbono 95% menor do que os sistemas de computação tradicionais: ao fazer com que as 100 mil companhias que atende compartilhem recursos de tecnologia de informação em uma quantidade enorme de computadores, ela é capaz de obter uma economia muito grande, que acaba minimizando as emissões de dióxido de carbono.

(www.salesforce.com)

COMUNIDADE DE 2,5 MILHÕES

A Working Assets não é uma companhia de comunicação típica. Embora venda serviços de cartão de crédito, telefonia celular e interurbanos, a sua missão é defender a paz, a igualdade, os direitos humanos e o meio ambiente. Os seus diretores dizem que criaram uma comunidade de ativistas que, em 2011, tinha 2,5 milhões de membros.

Segundo a Working Assets, em 2011 os seus membros geraram mais de 16 milhões de telefonemas, cartas e e-mails solicitando mudanças políticas. E, como a companhia foi criada em 1985, ela já ajudou a arrecadar quase US$ 70 milhões para organizações dedicadas a mudar o mundo para melhor.

A Working Assets faz com que seja mais fácil para as pessoas fazer uma diferença enquanto simplesmente seguem com a sua vida cotidiana. A companhia doa 1% das mensalidades que recebe para organizações que compartilham os seus objetivos.

(www.workingassets.com)

Não há dúvida que chegou a era do Capitalismo 24902. Agora todos nós temos que adotar a ideia e fazer com que ela se concretize. E rápido! Já imaginaram como o nosso mundo seria diferente se as empresas fizessem aquilo que é correto para as comunidades e o meio ambiente?

Sobre a salesforce.com

Com 100,000+ clientes, a salesforce.com é a empresa de computação empresarial nas nuvens que está liderando a mudança para a empresa social. As empresas sociais capitalizam as tecnologias sociais, móveis e abertas nas nuvens para colocar os clientes no centro de seus negócios. Baseados em sua arquitetura em tempo real para vários usuários, a plataforma e os serviços de aplicativos da salesforce.com incluem:

 

Nenhum serviço ou recurso ainda não lançado que seja mencionado aqui ou em outros comunicados à imprensa ou declarações públicas se encontra disponível no momento, podendo não ser lançado pontualmente ou nem mesmo ser lançado.  Ao adquirir aplicativos da salesforce.com, os clientes devem tomar suas decisões de compra com base nos recursos disponibilizados no momento. A salesforce.com tem sede em São Francisco e filiais na Europa e na Ásia. Suas ações são negociadas na Bolsa de Valores de Nova York sob o símbolo "CRM". Para obter mais informações, visite  http://www.salesforce.com ou ligue para 1-800-NO-SOFTWARE (EUA).
###
Copyright (c) 2011 salesforce.com, inc. Todos os direitos reservados. salesforce.com, Salesforce, Chatter, Sales Cloud, Service Cloud, Radian6, Data.com, AppExchange, App Cloud, Heroku e todos os logotipos associados são marcas comerciais da salesforce.com, inc. nos Estados Unidos e em outros países. Os demais nomes aqui usados podem ser marcas comerciais de seus respectivos proprietários.