CNS Response


"A Salesforce nos ajuda a usar o crowdsourcing para tratamentos que podem ajudar pacientes em metade do tempo."

– George Carpenter
CEO

A CNS Response introduz o crowdsourcing na medicina

Consumidores utilizam o crowdsourcing para encontrar de tudo, desde ótimos restaurantes até cortes de cabelo baratos. Mas o conceito ainda precisa se firmar para ser usado em assuntos mais sérios, como ajudar profissionais de saúde a tratar as doenças de seus pacientes — ou precisava até agora. A CNS Response (do inglês central nervous system, sistema nervoso central) é uma empresa de neurociências inovadora que mantém um banco de dados para que médicos possam trocar informações sobre respostas a medicamentos e a evolução de pacientes específicos. Com o arquivo online da CNS, os médicos podem investigar ("crowdsource") recomendações de tratamentos e medicamentos psiquiátricos com base no que tem sido eficaz para outros pacientes com padrões cerebrais similares.

“A procura pelo medicamento adequado para depressão ou transtorno de estresse pós-traumático tem sido sempre um processo de tentativa e erro, e muitos insucessos podem ocorrer até que o médico encontre o correto”, explica George Carpenter, CEO. “Nosso banco de dados ajuda os médicos a entender como medicamentos diferentes podem afetar seus pacientes e a prever mais precisamente qual terapia funcionará melhor.” Esta é uma boa notícia para um em cada dez americanos que utilizam antidepressivos atualmente, dos quais mais da metade não respondem ao tratamento.

O banco de dados da CNS já inclui mais de 35 mil registros e provavelmente irá dobrar este número até o final de 2013. Todas as informações estão armazenadas na Salesforce e podem ser facilmente visualizadas e atualizadas por médicos e psiquiatras. Os médicos podem inserir informações em iPads enquanto examinam os pacientes, utilizando um aplicativo personalizado construído na Plataforma da Salesforce, e obter relatórios personalizados para pacientes em tempo real.

“Apesar das várias inovações em neuroimagem, nós ainda usamos as mesmas terapias com base em tentativa e erro de há 10, 20 anos”, diz Carpenter. “Agora, com o auxílio da Salesforce, podemos ajudar os médicos a perceber quais medicamentos têm mais chances de funcionar. Os primeiros resultados estão mostrando que podemos ajudar os pacientes a atingir o estado de remissão na metade do tempo normal do tratamento.”

A CNS também aproveita as vantagens das redes sociais para ajudar os pacientes. Dentro da empresa, a equipe utiliza o Salesforce Chatter para compartilhar informações e colaborar, ajudando médicos e pacientes. A empresa também utiliza o Twitter para manter contato com os jornalistas que trabalham com matérias sobre saúde mental e ficar a par das últimas notícias.

Estudo em parceria com o Walter Reed Medical Center

O que levou a CNS a buscar a interação social foi a alta taxa de suicídio nas forças armadas dos EUA. “Este ano, perdemos mais militares por suicídio do que em combate”, explica Carpenter. “Observamos que, se podemos reunir registros médicos de todo o país, também podemos fazer prognósticos mais precisos e encaminhar os militares aos tratamentos adequados mais rapidamente.”

A CNS está iniciando um estudo clínico sobre essa tecnologia de crowdsourcing com o Walter Reed National Military Medical Center, onde serão tratados dois mil pacientes diagnosticados com quadros relacionados à saúde mental, entre eles depressão, transtorno de estresse pós-traumático e traumatismo cranioencefálico leve. “Evitando que pacientes militares passem pela dor e o estresse de usar medicamentos que não funcionam para eles, esperamos salvar vidas.”

CNS Response
CNS Response
Produtos usados por CNS Response