Skip to Content

O que é ROI e como melhorar o seu?

Pessoa trabalhando no computador com tela virtual

Descubra o que é ROI e aprenda a aprimorá-lo. Estratégias eficazes para impulsionar seus resultados financeiros.

Você já se perguntou como as empresas avaliam o sucesso de seus investimentos? Através de métricas, como o Retorno sobre Investimento (ROI), que é crucial para definir o desempenho financeiro de uma organização. O ROI é muito mais do que um simples número; é um indicador que revela a eficiência dos investimentos realizados, comparando os ganhos obtidos com os custos investidos. 

Para muitos, os termos ROI, ROE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido) e ROAS (Retorno sobre o Gasto com Anúncios) podem parecer intercambiáveis, mas cada um deles possui um propósito distinto. Exploraremos as nuances que diferenciam essas métricas, destacando quando e como aplicá-las para uma avaliação financeira completa.

Ainda, a matemática por trás do ROI pode parecer intimidante à primeira vista, mas não se preocupe. Descomplicaremos o processo, fornecendo uma fórmula passo a passo para calcular o Retorno sobre Investimento de forma clara e concisa. 

Depois que entendermos o que é o ROI e como calculá-lo, surge a questão fundamental: como podemos melhorar e ampliar o Retorno sobre Investimento? Este é o ponto culminante deste conteúdo, em que exploraremos estratégias práticas e insights valiosos para otimizar seu ROI. 

Desde aprimorar a eficácia das campanhas de marketing até tomar decisões financeiras mais inteligentes, desvendaremos maneiras de impulsionar seu sucesso financeiro.

O que é ROI?

Em um mundo empresarial repleto de métricas e indicadores, o Retorno sobre Investimento, ou ROI, emerge como uma medida essencial, transcendendo a mera análise financeira. Para compreender verdadeiramente o que é o ROI, é fundamental mergulhar mais profundamente em sua definição e entender como essa métrica se tornou tão importante para as tomadas de decisões estratégicas nas organizações.

O ROI, em sua essência, representa a relação entre os ganhos financeiros obtidos e os custos associados a um investimento específico. Esta métrica vai além de uma simples análise de lucros e perdas; ela busca quantificar o valor gerado em relação aos recursos investidos. 

O resultado do cálculo do ROI é expresso como uma porcentagem, proporcionando uma visão clara sobre a eficácia do investimento. Um ROI positivo indica que os ganhos superam os custos, enquanto um ROI negativo aponta para uma decisão de investimento desfavorável.

Mas, além dos números, precisamos compreender o significado e relevância do Retorno sobre Investimento, que são:

LEIA MAIS: CAC: o que é o Custo de Aquisição de Clientes?

Orientação estratégica

O ROI fornece uma orientação estratégica, que se torna essencial para as empresas, pois destaca onde investir recursos de maneira mais eficiente. Ao avaliar o retorno financeiro de diferentes iniciativas, projetos ou áreas de investimento, as organizações podem direcionar seus esforços para aquelas que têm maior potencial de contribuir para seus objetivos estratégicos.

Responsabilidade financeira

Concomitantemente, a responsabilidade financeira é um princípio fundamental associado ao cálculo do ROI. Esse indicador quantifica o retorno em relação ao investimento e evidencia a capacidade da empresa em gerenciar seus recursos de maneira responsável. 

Através do cálculo do ROI, as empresas demonstram comprometimento em garantir que cada investimento contribua efetivamente para os objetivos globais, assegurando uma gestão financeira sólida e alinhada com metas de longo prazo.

Facilitador

O Retorno sobre Investimento destaca-se por facilitar a adaptação contínua das empresas. O acompanhamento constante dessa métrica permite uma visão dinâmica do desempenho dos investimentos ao longo do tempo. 

Essa agilidade na análise proporciona às organizações a capacidade de realizar ajustes rápidos e pertinentes, garantindo que estejam sempre alinhadas com as condições do mercado em constante evolução e que suas metas se adaptem às mudanças do ambiente empresarial.

Mensuração de intangíveis

Embora o ROI tradicionalmente se concentre em aspectos tangíveis, como receitas e custos, as organizações modernas reconhecem a necessidade de mensurar intangíveis, como reputação da marca e satisfação do cliente, para uma avaliação mais completa.

Avaliação estratégica

O ROI é um guia estratégico. As organizações utilizam o ROI para avaliar a eficiência de diferentes áreas de investimento, permitindo uma alocação mais estratégica de recursos.

LEIA MAIS: Ticket Médio: o que é e por que é importante para a empresa? 

Como funciona o ROI?

O funcionamento do Retorno sobre Investimento é complexo, ao mesmo tempo que vital para qualquer empresa que busque otimizar seus investimentos e maximizar seus resultados financeiros. 

Em sua essência, como vimos anteriormente, o ROI é uma métrica que avalia a eficácia dos investimentos realizados, comparando os ganhos obtidos com os custos investidos. Vamos explorar mais profundamente como esse processo se desenrola e por que é tão crucial para a gestão financeira.

A anatomia do funcionamento do ROI

Ganhos versus custos

O ponto central do ROI reside na comparação entre os ganhos financeiros obtidos e os custos associados a um determinado investimento. Esses ganhos podem vir na forma de receitas adicionais, economias de custos ou outros benefícios financeiros tangíveis.

Cálculo percentual

A fórmula básica do ROI é expressa como uma porcentagem, fornecendo uma visão clara do retorno em relação ao investimento inicial. A fórmula é: 

ROI = (Ganho Financeiro – Custo do Investimento / Custo do Investimento) x 100

Interpretação do resultado

Um ROI positivo indica que os ganhos superam os custos, demonstrando uma decisão de investimento favorável. Por outro lado, um ROI negativo sinaliza prejuízo e a necessidade de reavaliação da estratégia de investimento.

8ª Edição do relatório State of Marketing

Entenda como mais de 6.000 profissionais de marketing no mundo estão integrando suas estratégias para melhorar a experiência do cliente.

Elementos-chave que influenciam o funcionamento do ROI

Tempo

O ROI leva em consideração o período de tempo em que os ganhos são obtidos. Projetos com períodos de retorno mais curtos podem ser preferíveis, especialmente em ambientes de negócios dinâmicos.

Contexto estratégico

O ROI não existe isoladamente. Sua interpretação e aplicação dependem do contexto estratégico da empresa. Investir em áreas alinhadas às metas de negócios é crucial para garantir que o ROI contribua para a missão global da empresa.

Por que o funcionamento do ROI é crucial?

Compreender como funciona o ROI é essencial para qualquer organização que busque não apenas sobreviver, mas prosperar em um ambiente empresarial complexo e em constante mudança.

Ao avaliar a relação entre ganhos e custos, o ROI oferece uma visão clara do desempenho de investimentos específicos. Seu cálculo percentual não apenas quantifica, mas traduz a eficácia financeira em uma linguagem acessível. A interpretação dos resultados orienta as empresas, indicando decisões de investimento favoráveis ou a necessidade de reavaliação estratégica.

A adaptabilidade do ROI é evidente no acompanhamento constante e na capacidade de ajustes ágeis. Isso possibilita a otimização contínua dos investimentos e fortalece a capacidade da empresa de se adaptar rapidamente às mudanças nas condições do mercado. 

Em última análise, o funcionamento do ROI transcende a matemática para se tornar uma peça central na tomada de decisões informadas e na busca pela eficiência financeira.

LEIA MAIS: O que é CPA e como calculá-lo? 

Como calcular o ROI?

Calcular o Retorno sobre Investimento envolve uma fórmula simples, mas poderosa, que fornece uma avaliação clara da eficácia financeira de um investimento específico. A fórmula básica do ROI é expressa da seguinte forma:

ROI = (Ganho Financeiro – Custo do Investimento / Custo do Investimento) x 100

Vamos explorar cada componente dessa fórmula para compreender como calcular o ROI:

Ganho financeiro

Este termo refere-se ao montante total obtido como resultado do investimento. Pode incluir receitas adicionais, economias de custos ou outros benefícios financeiros tangíveis gerados pelo investimento.

Custo do investimento

Representa o valor total investido em uma determinada iniciativa, projeto ou campanha. Inclui despesas diretas e indiretas associadas ao investimento.

Fórmula de cálculo

A fórmula do ROI é uma simples divisão do ganho financeiro menos o custo do investimento pelo custo do investimento. O resultado é multiplicado por 100 para expressar o ROI como uma porcentagem.

Para melhor compreensão, vamos a um exemplo prático?

Exemplo

Suponhamos que uma empresa tenha investido R$ 50.000 em uma campanha de marketing e, como resultado desse investimento, tenha obtido um ganho financeiro de R$ 80.000. Para calcular o ROI, aplicamos a fórmula:

ROI = (80.000 – 50.000 / 50.000) X 100

Calculando os valores dentro dos parênteses:

ROI = (30.000 / 50.000) X 100

ROI = 0,6 X 100

ROI = 60%

Neste exemplo, o ROI seria de 60%. Isso indica que, para cada real investido na campanha de marketing, a empresa obteve um retorno de 60 centavos. Um ROI positivo como este sugere que o investimento foi bem-sucedido e gerou ganhos financeiros significativos.

Lembre-se de que, ao calcular o ROI, é crucial considerar todas as despesas associadas ao investimento para garantir uma avaliação precisa e abrangente do seu desempenho financeiro.

LEIA MAIS: Como atrair clientes: 10 dicas infalíveis

Qual a diferença entre ROI, ROE e ROAS?

No universo financeiro e empresarial, três métricas cruciais, ROI (Retorno sobre Investimento), ROE (Retorno sobre o Patrimônio Líquido) e ROAS (Retorno sobre o Gasto com Anúncios), desempenham papéis distintos, oferecendo insights valiosos em áreas específicas. Vamos explorar essas métricas e destacar suas diferenças fundamentais.

ROI – Retorno sobre Investimento

O ROI é uma métrica abrangente que avalia a eficácia geral de um investimento, seja em projetos, campanhas de marketing ou decisões estratégicas. Sua fórmula compara os ganhos obtidos ao custo do investimento, proporcionando uma visão universal sobre o desempenho financeiro.

ROE – Retorno sobre o Patrimônio Líquido

Enquanto isso, o ROE concentra-se na eficiência com que uma empresa utiliza seu patrimônio líquido para gerar lucros. Sua fórmula relaciona o lucro líquido ao patrimônio líquido, revelando como a empresa maximiza os retornos para os acionistas.

ROE = (Lucro Líquido / Patrimônio Líquido) x 100

ROAS – Retorno sobre o Gasto com Anúncios

Já o ROAS é mais específico, destinado a avaliar a eficácia das campanhas de publicidade e marketing. Essa métrica calcula o retorno financeiro gerado em relação ao valor gasto em anúncios, sendo uma ferramenta valiosa para empresas que investem em publicidade paga.

ROAS = Receita de Vendas Gerada por Anúncios / Custo de Anúncios

Para entender melhor as principais diferenças entre as métricas, idealizamos um resumo:

Diferenças-chave entre ROI, ROE e ROAS

MétricaObjetivoAplicaçãoAvaliação
ROIBusca maximizar o retorno financeiro globalÉ amplo e aplicável a uma variedade de investimentosÉ uma medida geral de eficácia financeira
ROEVisa otimizar os lucros em relação ao patrimônio líquidoFoca na eficiência do uso do capital próprioAvalia a eficiência do capital próprio da empresa
ROASProcura garantir que os gastos com anúncios gerem resultados positivosÉ específico para avaliar o desempenho de campanhas publicitáriasConcentra-se no retorno de investimentos em publicidade

Portanto, enquanto o ROI oferece uma visão panorâmica do desempenho financeiro, o ROE destaca a eficiência no uso do capital próprio e o ROAS sintoniza-se na eficácia das estratégias de publicidade

Cada métrica desempenha um papel único, proporcionando uma compreensão aprofundada em diferentes facetas da gestão financeira e estratégica de uma empresa. Ao empregar essas métricas de maneira integrada, as organizações podem moldar estratégias mais robustas e tomar decisões informadas.

LEIA MAIS: O que é Balanced Scorecard?

Como melhorar e aumentar o ROI?

A busca por aprimorar o Retorno sobre Investimento é uma prioridade constante para organizações que almejam grandes resultados. Maximizar o ROI não apenas impulsiona a eficiência financeira, mas também sustenta o crescimento a longo prazo. Portanto, a seguir exploraremos estratégias práticas e alguns exemplos para melhorar e também aumentar significativamente o seu ROI.

1. Defina metas claras

O primeiro passo para aprimorar o ROI é ter metas claras e mensuráveis. Seja para uma campanha de marketing, um lançamento de produto ou um projeto de desenvolvimento, metas específicas fornecem uma direção. Por exemplo, se uma empresa está lançando uma nova linha de produtos, a meta pode ser aumentar a participação de mercado em 15% nos próximos seis meses.

2. Investimento em estratégias de marketing eficientes

Identificar as estratégias de marketing mais eficientes é essencial para um ROI robusto. Analise os dados de desempenho para determinar quais canais e abordagens estão gerando os melhores resultados. Tomemos como exemplo o seguinte: se os esforços de SEO estão resultando em taxas de conversão mais altas do que as campanhas de e-mail, redirecione recursos para otimizar o retorno.

3. Otimização do funil de vendas

Examine minuciosamente cada etapa do funil de vendas para identificar oportunidades de otimização. Seja na conscientização do produto, consideração ou decisão, aprimorar a eficiência do funil resultará em um aumento direto no ROI.

Exemplo: Uma empresa de software percebe que muitos clientes abandonam o carrinho de compras durante a fase de checkout. Ao simplificar o processo de pagamento e oferecer descontos para compras imediatas, a taxa de conversão aumenta, impulsionando o ROI.

4. Análise de dados constante

A análise de dados é a base da melhoria contínua do ROI. Utilize ferramentas analíticas para avaliar o desempenho em tempo real e ajustar estratégias conforme necessário. A adaptação baseada em dados é crucial para se manter à frente das mudanças no comportamento do consumidor e no ambiente de mercado.

5. Foco na retenção de clientes

Embora conquistar novos consumidores seja vital, a retenção de clientes é igualmente importante. Clientes satisfeitos não apenas contribuem continuamente para o ROI, mas também reduzem os custos associados à aquisição de novos clientes.

Por exemplo: Um serviço de assinatura de streaming oferece descontos exclusivos para assinantes de longo prazo, incentivando a lealdade. Essa estratégia não apenas mantém os clientes existentes, mas também atrai novos usuários, impactando positivamente o ROI.

Melhorar e aumentar o ROI é, sem dúvidas, uma necessidade estratégica. Ao definir metas específicas, investir em estratégias eficientes, otimizar o funil de vendas, realizar análises de dados constantes e focar na retenção de clientes, as empresas podem cultivar um ciclo virtuoso de sucesso financeiro

O verdadeiro poder do ROI reside em maximizar ganhos, e, também, em fazê-lo de maneira sustentável e adaptável. Ao incorporar essas estratégias, sua jornada em direção a um ROI mais sólido e expansivo estará fundamentada em práticas de negócios inteligentes e voltadas para o futuro.

LEIA MAIS: Prospecção: o guia definitivo sobre o assunto

Perguntas frequentes sobre ROI

Por que é importante obter o ROI?

Dada a sua importância como indicador econômico fundamental, o ROI é indispensável em diversas esferas para avaliar os retornos financeiros provenientes dos investimentos realizados. Avaliar o Retorno sobre Investimento é crucial para examinar de que forma diferentes empreendimentos contribuem para impulsionar os resultados da empresa. Ainda, o ROI impulsiona o crescimento das vendas e dos lucros, ao mesmo tempo em que possibilita monitorar o engajamento dos executivos em relação às metas preestabelecidas pela organização.

Como analisar o ROI?

A avaliação do ROI é um processo subjetivo que requer a consideração de diversas variáveis, incluindo o setor de atuação do ativo, o período e outros indicadores. Assim, o Retorno sobre Investimento não representa uma métrica absoluta e independente; é crucial analisá-lo em conjunto com outras variáveis para obter uma visão mais abrangente das melhores opções de investimento.

Quais são as limitações do ROI?

Embora o Retorno sobre o Investimento seja um cálculo crucial, sua aplicabilidade é limitada por desafios na definição precisa dos termos “lucro” e “investimento”, que podem abranger diferentes categorias. Além disso, a adaptação de dados pode gerar incompatibilidades ao analisar investimentos diversos, dada a variedade de métricas específicas para cada tipo. 

Como usar o ROI no CRM?

A incorporação do ROI no CRM (Customer Relationship Management) envolve a análise cuidadosa das interações e transações registradas no sistema. Ao rastrear as despesas associadas às estratégias de relacionamento com o cliente, é possível calcular o ROI para determinar a eficácia das campanhas, aquisição de clientes e a gestão do ciclo de vida do cliente. Utilizando dados do CRM, é viável avaliar o impacto financeiro direto das atividades de marketing e vendas, permitindo ajustes e otimizações contínuas para maximizar o retorno sobre os investimentos em iniciativas de relacionamento com os clientes.

Como ter um ROI positivo?

Para alcançar um Retorno sobre o Investimento positivo, é essencial adotar uma abordagem estratégica e integrada em todas as iniciativas comerciais. Isso implica em identificar e priorizar investimentos que estejam alinhados com os objetivos organizacionais, implementar eficientes estratégias de marketing e vendas, monitorar de perto os custos associados a essas ações e ajustar as táticas conforme necessário. A compreensão detalhada do público-alvo, a personalização das campanhas de marketing, a eficácia na gestão de leads e a melhoria contínua com base em análises de desempenho são cruciais. Além disso, a manutenção de uma comunicação transparente e consistente com os clientes contribui para a construção de relacionamentos duradouros, impactando positivamente o ROI ao longo do tempo.

Gostou de saber mais sobre o ROI?

Nosso blog e Centro de Recursos estão sempre atualizados com novidades e conteúdos sobre CRM e vendas. Abaixo sugerimos outros materiais que podem ser úteis a você:

Aproveite para conferir todas as funcionalidades do Sales Cloud e entender como o nosso CRM transforma o futuro da energia. Bom trabalho e até a próxima!

Demonstração do Marketing Cloud

Melhore o ROI de sua operação de marketing com todas as ferramentas e dados em um só lugar.

Salesforce Brasil

Somos uma plataforma de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) baseada na nuvem, que permite com que empresas possam gerenciar e integrar todas as suas operações, como vendas, marketing, atendimento, ecommerce e TI em um lugar só.

Mais de Salesforce