Se você estiver apenas começando a explorar o conceito de SaaS, este é o lugar onde descobrirá tudo o que ele pode fazer por você e quais os seus diferenciais, além de aprender mais sobre esse modelo de cloud computing.
 

SaaS, ou Software as a Service, é uma forma de disponibilizar softwares e soluções de tecnologia por meio da internet, como um serviço. Com esse modelo, sua empresa não precisa instalar, manter e atualizar hardwares ou softwares. O acesso é fácil e simples: apenas é necessária a conexão com a internet.

Os aplicativos SaaS também são chamados de softwares baseados na Web, softwares sob demanda ou softwares hospedados. Independente do nome, eles são executados nos servidores das empresas provedoras, que têm a responsabilidade de gerenciar o acesso e manter a estrutura de segurança de dados, conectividade e servidores necessários para o serviço.

 

As empresas provedoras de SaaS vêm ganhando mais força a cada dia, devido aos muitos benefícios e às oportunidades oferecidas por esse modelo aos negócios de todos os portes e âmbitos.

Oferecendo integração simplificada e poucos obstáculos à entrada, estes são os motivos que fazem com que os clientes aproveitem o serviço:

 
 
SaaS, você usufrui de toda a sofisticação e funções dos modelos tradicionais de software, mas sem os encargos regulares de manutenção, taxas e custos iniciais de licença. Além disso, ele já está instalado e configurado, o que significa que as empresas podem iniciar seu trabalho rapidamente.
 
Os aplicativos podem ser acessados usando qualquer computador ou dispositivo, a qualquer hora e em qualquer lugar, por meio da computação na nuvem .
 
 
Como os upgrades e as atualizações são gerenciados pelo provedor, as plataformas SaaS eliminam a necessidade de fazer download ou instalar o aplicativo . O provedor é também responsável pela disponibilidade; portanto, os clientes não precisam adicionar hardware, software nem largura de banda de acordo com o crescimento da base de usuários.
 
Os sistemas SaaS possibilitam às empresas o dimensionamento contínuo dos requisitos, dependendo das necessidades dos negócios e da demanda dos clientes. Muitos provedores oferecem também personalização para que as empresas possam atender a necessidades individuais. Além disso, muitos fornecem APIs (Interfaces de Programação de Aplicativo) que possibilitam a integração a aplicativos existentes.
 
 

Usando o software como serviço, os desenvolvedores podem dar suporte aos clientes com apenas uma versão de um produto. Essa abordagem possibilita às empresas um dimensionamento com a rapidez necessária, sem substituir a infraestrutura cara, nem aumentar a equipe de TI.

Os preços são baseados em assinatura, o que ajuda a manter os custos mínimos de orçamento de TI em comparação aos produtos de software em pacotes ou desenvolvidos internamente. Por simplificar processos e reduzir os custos de aquisição do cliente, a popularidade do SaaS tem crescido e deve continuar a aumentar.

 

O SaaS é diferente dos software tradicionais, por isso, é importante que o modelo seja tratado também de maneira diferente.

Para que sua experiência seja proveitosa, siga estas orientações:

O modelo SaaS oferece inúmeros fatos e estatísticas sobre os seus clientes. Por isso, utilize esses recursos e monitore a utilização.
Considerando que o software como serviço elimina grande parte do trabalho inicial (como instalação e manutenção contínua), é importante continuar a desenvolver ofertas atrativas e criar estratégias em seu plano de marketing .
A Internet está em constante transformação. Você pode modificar seu serviço e lançar novas interações, em vez de acompanhar o ritmo mais lento dos lançamentos de software tradicionais.
Interaja com os clientes e aproveite seu feedback para aprimorar futuras interações do produto.